terça-feira, 10 de abril de 2012

Minhas crônicas na Miami University



Minhas crônicas na Miami University


Bastante feliz e honrada com o fato de ter crônicas do meu livro Lauda eletrônica sendo estudadas no âmbito de Estudos Lusófonos, Departamento de Espanhol e Português, na Miami University – Oxford – Ohio.


De tal modo, para meu enlevo (reitero), meu trabalho está fazendo parte de um programa de pesquisa em que se enfoca a atuação da escritora brasileira contemporânea. Tal programa de estudos – orientado e dirigido pela Professora Doutora Paula Gândara –, ao focalizar e trazer à reflexão dos estudantes universitários os temas suscitados nas crônicas –, objetiva também criar uma consciência norte-americana no que concerne à luta e ao papel atual da mulher intelectual no Brasil e sua respectiva inserção no contexto da sociedade. Intitula-se o curso “By or About Brazilian Women Writers / Global Miami Plan Course” (Department of Spanish and Portuguese).


Pauta-se a dinâmica do curso na análise de textos literários que reflitam a questão do “estar no mundo” e as relações internacionais na contemporaneidade, na implantação de uma ativa rede de contatos entre os estudantes universitários e a autoria das obras  em foco. Como  mencionado, o trabalho enfatiza a expressão, pela Literatura, da escritora brasileira no contexto que a insere, caracteriza, espelha e repercute. Segundo a Professora Paula Gândara, a programação ultrapassa o ponto de vista essencialmente teórico dos cursos liberais até então ministrados e pressupõe todo um trabalho inovador e interativo.


Ao final do processo, será feita uma apresentação interna dos resultados, numa espécie de assembléia conclusiva que corresponde igualmente ao exame final dos estudantes. Também haverá a posterior publicação dos resultados da pesquisa estudantil, que consistirá numa publicação detalhada dos diversos momentos de estudo e seus reflexos na interseção ensino-aprendizagem-vivência em Literatura-Cultura Brasileira.


Como autora, busco refletir nos textos, naturalmente, minhas verdades pessoais à medida que estas dialogam com o mundo e as verdades – socioculturais, históricas, ambientais, antropológicas – compartilhadas em seu vasto contexto. Assim é que muito enriquecerão a minha lavra os futuros ganhos e adições advindos da interação com os alunos da Professora Doutora Paula Gândara, ante sua magistral condução do processo.


A Orientadora deste programa é uma renomada educadora, lisboeta de nascimento, que reside nos Estados Unidos desde 2000, onde é professora associada de Estudos Lusófonos na Miami University. Também é poeta premiada, com duas Comendas da Miami University pelo desenvolvimento do ensino e aprendizagem, autora de vários títulos criativos http://gandarp.blogspot.com/ e ensaísticos na área de estudos portugueses, africanos e brasileiros, sendo o mais recente “O Plano dos Exílios Senianos.” in Project “Ler Jorge de Sena” Universidade Federal do Rio de Janeiro. (2011) http://www.letras.ufrj.br/lerjorgedesena/port/ressonancias/estudos/texto.php?id=344 sendo que o titulo “Das Varandas de Under the Frangipani, Mia Couto, Francisco Varela et al.” Itinerários – Fórum Global de Investigação Educacional. Janeiro 2011, Vol.1, Nº1, pp. 51-61 reflete já sobre a sua experiência de ensino da cultura afro-lusófona nos EUA. No momento está terminando o estudo  "Who Was Joana Baptista? Reading Proposals on Self-Enslavement”, que constitui o primeiro resultado de pesquisa conjunta do curso de "By or About Brazilian Women Writers".

Por Sayonara Salvioli


11 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom isso Sayonara. Nao so um registro internacional para o teu bonito trabalho,mas tb o estudo da mulher brasileira contemporanea, sua inserçao na sociedade, tema que ainda tem que aprofundar muito. Estamos apenas engatinhando quanto a nossa igualdade real de generos. Como diria Will Smith sobre a escravidao- temos 200 anos de atrazo. A mulher tem muito mais tempo de submissao... Entao, maos a obra. A todas as obras que nos coloque onde devemos estar- na frente. Bjos e parabens!!!!
Paulinees

Cláudia F. disse...

PARABÉNS, Sayonara, pelo destaque conferido à sua literatura! E PARABÉNS, de modo especial, ao trabalho louvável da Professora Doutora Paula Gandara, ao se interessar pelo perfil das escritoras brasileiras e sua inter-relação com o contexto sociocultural do Brasil e do mundo. Aos grandes acadêmicos, como ela, geralmente cabe um papel muito importante, decisivo mesmo, na história das atuações e vivências artístico-culturais contemporâneas. Logo se vê que se trata de uma poeta, portanto, possuidora do olhar da sensibilidade.
Fico feliz em ver as suas crônicas divulgando o retrato da mulher brasileira que produz literatura, é proativa e conectada com a dinâmica de seu tempo. Avante, mulheres!!!

Camila disse...

Bonito mérito e linda iniciativa acadêmica da Profª Gandara focando as coisas do Brasil. Também acho bacana que ela seja de origem portuguesa, porque assim é conhecedora do idioma português (e a riqueza dessa língua)e do inglês, ao mesmo tempo, sendo docente de uma universidade americana.

Bruna Gomes disse...

Tenho certeza de que este programa de pesquisa será um sucesso!!!!

Drica P. Mendes disse...

Muito êxito!

Eduardo disse...

Bacana o projeto.

Vera disse...

Parabéns!!

Paula Gandara disse...

Hoje, na Miami University, tivemos o prazer de apresentar e discutir alguns textos de Sayonara Salvioli - que ela gentilmente traduziu para o ingles. Dois alunos meus debrucaram-se criticamente sobre esses textos (The Pink Lady, The Pigeons Queen, The Threefold Theory e Verba Sequuntur Rem) em relacao ao programa geral do curso - que inclui nao apenas textos de ficcao, mas textos de teoria literaria, entrevistas e cinema. Durante o semestre podemos constatar que na maioria, senao mesmo em todos os textos estudados - uma selecao de autoras desde Senhorinha da Motta Diniz a Lygia Fagundes Telles e Conceicao Evaristo - a imagem prevalecente da mulher brasileira e em falta de harmonia com o mundo ao seu redor, constrangida por uma sociedade patriarcal que a forca ou a submissao ou a masculinizacao de molde a sobreviver as imposicoes de um espaco socio-politico-cultural marcado pela dicotomia Eva/Virgem Maria. Normalmente, terminamos o semestre numa nota negativa em que nem mesmo a imagem de Dilma Rousseff se afasta dos estereotipos apresentados. Tendo em conta que na maioria dos casos, os alunos deste curso (By or About Brazilian Women Writers, POR 383) tem pela primeira vez contato com a cultura brasileira a aprendizagem faz-se por contraste com a sociedade norte-americana - onde a mulher nao se define atraves dos extremos definidos e nem o patriarcado se afirma de forma tao contundente. Foi assim com prazer que pudemos chegar aos textos de Sayonara e encontrar visoes alternativas da modernidade brasileira, um espaco em harmonia com o presente e com a cidade, e onde a mulher nao precisa ser Eva ou a Virgem Maria para encontrar sua propria identidade. Em Sayonara a mulher defini-se pela sua propria consciencia - e esta tanto pode ser historica como fruto do acaso - e instaura a positividade do simplesmente "ser." Agradeco a Sayonara a sua disponibilidade total aos meus alunos, demonstrando que minha pratica de ensino alicercada numa necessidade de acao para alem de qualquer texto ou teoria, pode ser implementada. Acima de tudo desejo poder continuar essa troca e esperar que ela seja proficua para ambas as partes. A todos que apoiam Sayonara em sua viagem pela vida meu agradecimento tambem.

bradlybrock disse...

Sayonara,

I am very happy and thankful that you were able to assist me in my research. You are a truly brilliant writer and have been extremely helpful throughout this whole experience! You have inspired me to always remember how important other cultures in the world are to my own.

Your friend,

Brad Brock

Sarah Telles disse...

Que bacana, Sayonara!!! Quero muito saber mais sobre o programa de pesquisa!

Anônimo disse...

Muito bom o seu blog .Parabéns e sucesso .